Chico Alencar manifesta apoio do PSOL à greve nas universidades federais

Cerca de 40 Universidade Federais já entraram em greve. PSOL apoia!

Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados e todo(a)s o(a)s que assistem a esta sessão ou nela trabalham:

Os técnicos e docentes das Universidades Federais iniciaram paralisação em todo o país esta semana – pelo menos 10 Universidades já estão em greve e outras devem aderir na próxima segunda-feira (21).  O gesto extremo visa tirar da indiferença as autoridades educacionais.

O(a)s docentes pleiteiam a reestruturação da carreira com mudanças nos níveis, elevação do piso  – para o salário mínimo do Dieese, atualmente calculado em R$ 2.329,35 -, incorporação de gratificações e unificação entre professores do ensino superior e da educação básica das IFES. O Governo Federal havia se comprometido, em 2011, a construir, em diálogo com a categoria, a reestruturação da carreira, mas não cumpriu o acordo. Por isso o Andes – sindicato nacional da categoria – está, este momento, constituindo seu comando nacional de greve.

Os técnicos das Universidade também têm se mobilizado por reajuste salarial e valorização dos benefícios e afirmam que o governo tem sinalizado para elevação dos benefícios somente para 2013.

Realizaram hoje uma marcha na Esplanada dos Ministérios e estão acampados em frente ao Ministério do Planejamento. Protestam também contra a transformação dos adicionais de insalubridade e periculosidade em valores fixos estabelecida pela Medida Provisória 568/12 – apresentamos emenda à MP para corrigir esta distorção.

A luta dos professores e técnicos vêm ganhando apoio dos estudantes. Além das reivindicações salariais, os 3 segmentos têm lutado pela melhoria da infraestrutura das Universidades. A recente expansão de vagas no ensino superior não foram acompanhados de uma ampliação das condições de trabalho, o que tem comprometido a qualidade de ensino ofertado.

A luta do(a)s docentes e técnicos têm  se articulado com outras entidades de servidores públicos federais, que também estão insatisfeitas com a posição do Governo Federal frente às propostas de valorização salarial e estão organizando uma caravana à Brasília, no dia 05/06, e estabeleceram um indicativo de greve nacional do funcionalismo para o dia  11/06.

Que o governo federal não se feche e honre os compromissos assumidos!

Agradeço a atenção, 

Sala das Sessões, 17 de maio de 2012
 

Chico Alencar – Deputado Federal, PSOL/RJ.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s