Arquivo da tag: Chico Alencar

Uma eleição solar

Por Chico Alencar

No Brasil inteiro, as eleições municipais assinalam o início do cansaço da população com as grandes máquinas de captar votos, dos partidos fortes mas ideologicamente anêmicos e muito assemelhados em suas práticas. A ‘americanalhização’ da política – feliz expressão do nosso saudoso Carlos Nelson Coutinho – parece que não terá vida longa por aqui… Isso explica os 20,45% de abstenções, nulos e brancos. E, no miúdo mas concreto, o extraordinário desempenho do pequeno PSOL, que busca se afirmar com nitidez e princípios. Sem fazer aquelas alianças oportunistas e de ‘vale tudo’, sem pacto com potenciais mensaleiros e fichas sujas, elegemos 49 vereadores (crescimento de 96%), tendo agora representação – para fazer a diferença! – em capitais como Macapá, Belém, Rio de Janeiro, Fortaleza, Natal, Maceió, Salvador, Goiânia, São Paulo, Florianópolis e Porto Alegre.

O Rio é um capítulo especial e comovente. Os 914.082 votos em Marcelo Freixo são marco histórico de uma eleição de turno único. Afinal, Paes, com o PMDB e sua aliança de negócios, Maia (DEM), Otávio (PSDB) e Aspásia (PV) representam o mesmo projeto. Não por acaso, o prefeito reeleito já foi de todos esses partidos… Então, fomos nós, do PSOL, que galvanizamos as forças sociais da cidadania, reencantando parte importante da juventude para a política, contra o sistema! Não houve vitória eleitoral na majoritária, mas uma baita vitória política. As urnas nos consideraram, de forma consciente e luminosa: temos a 2ª maior bancada da Câmara carioca, os três vereadores mais votados em Niterói – onde o candidato a prefeito Flávio Serafini também brilhou – e a 1ª prefeitura ‘psolar’ do país, Itaocara, do nosso combativo Gelsimar. Belém e Macapá virão com o 2º turno.

“Saudade é ser, depois de ter” (Guimarães Rosa): nosso voto foi, emocionado, o 50 de Carlito, Paulo Piramba, Daniel do Vale e tanto(a)s outro(a)s que partiram fora do combinado. Voto lúcido, de luz! Os eleitos haverão de honrá-lo.

Chico Alencar é deputado federal pelo PSOL/RJ.

Anúncios

Chico Alencar manifesta apoio do PSOL à greve nas universidades federais

Cerca de 40 Universidade Federais já entraram em greve. PSOL apoia!

Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados e todo(a)s o(a)s que assistem a esta sessão ou nela trabalham:

Os técnicos e docentes das Universidades Federais iniciaram paralisação em todo o país esta semana – pelo menos 10 Universidades já estão em greve e outras devem aderir na próxima segunda-feira (21).  O gesto extremo visa tirar da indiferença as autoridades educacionais.

O(a)s docentes pleiteiam a reestruturação da carreira com mudanças nos níveis, elevação do piso  – para o salário mínimo do Dieese, atualmente calculado em R$ 2.329,35 -, incorporação de gratificações e unificação entre professores do ensino superior e da educação básica das IFES. O Governo Federal havia se comprometido, em 2011, a construir, em diálogo com a categoria, a reestruturação da carreira, mas não cumpriu o acordo. Por isso o Andes – sindicato nacional da categoria – está, este momento, constituindo seu comando nacional de greve.

Os técnicos das Universidade também têm se mobilizado por reajuste salarial e valorização dos benefícios e afirmam que o governo tem sinalizado para elevação dos benefícios somente para 2013.

Realizaram hoje uma marcha na Esplanada dos Ministérios e estão acampados em frente ao Ministério do Planejamento. Protestam também contra a transformação dos adicionais de insalubridade e periculosidade em valores fixos estabelecida pela Medida Provisória 568/12 – apresentamos emenda à MP para corrigir esta distorção.

A luta dos professores e técnicos vêm ganhando apoio dos estudantes. Além das reivindicações salariais, os 3 segmentos têm lutado pela melhoria da infraestrutura das Universidades. A recente expansão de vagas no ensino superior não foram acompanhados de uma ampliação das condições de trabalho, o que tem comprometido a qualidade de ensino ofertado.

A luta do(a)s docentes e técnicos têm  se articulado com outras entidades de servidores públicos federais, que também estão insatisfeitas com a posição do Governo Federal frente às propostas de valorização salarial e estão organizando uma caravana à Brasília, no dia 05/06, e estabeleceram um indicativo de greve nacional do funcionalismo para o dia  11/06.

Que o governo federal não se feche e honre os compromissos assumidos!

Agradeço a atenção, 

Sala das Sessões, 17 de maio de 2012
 

Chico Alencar – Deputado Federal, PSOL/RJ.

Decepante e decepcionante

Por Chico Alencar

A proposta do Código Florestal apresentada pelo deputado Paulo Piau (PMDB/MG) é decepante e decepcionante. Decepcionante porque Sua Excelência sempre proclamou “isenção” e “olhar técnico” sobre o projeto que veio do Senado. Ele não procedeu assim: atuou, nas modificações propostas, de acordo com os interesses do agronegócio. Aqui não se trata de um Código Florestal, mas de um Código facilitador das grandes atividades econômicas no campo brasileiro. O enfoque produtivista, sem mediação com a urgente e necessária preservação ambiental, predominou. A fantástica biodiversidade e os ricos biomas brasileiros, já tão maltratados, continuarão vulneráveis.

Relembramos que o Código Florestal em vigor, desde 1965, agora sepultado, nunca foi respeitado integralmente. Isto explica nossos recordes de desmatamento, enchentes destruidoras, estiagens recorrentes, espécies em extinção. Tudo soma negativamente para os extremos climáticos que afetam o planeta como um todo. E atinge nossa lisonjeira posição de país que tem a maior reserva de água doce do mundo. Continuar lendo