Arquivo da tag: Rio das Ostras

Venha conhecer o PSOL Rio das Ostras!

Logo-Psol-Oficial-COMPACTA-HORIZONTAL
Na terça, 17/3, às 18h, no Pólo Universitário da UFF de Rio das Ostras (Rua Recife, sn, Jd Bela Vista) vamos debater as conjunturas municipal, estadual e nacional e a necessidade de uma ferramenta, uma alternativa de esquerda da classe trabalhadora para superar as crises do capital: crise econômica, socioambiental e política.

Momento de receber novxs filiadxs e simpatizantes.

Após a reunião promoveremos uma confraternização na casa do Prof. Edson, atrás da UFF com cerveja e caldinho.

Confirme presença no evento no facebook:

https://www.facebook.com/events/796110760481513/

Informações:

22 9 98925040 vivo ou 21 9 80091786 tim

#SóALutaMudaAVida

Imagem

Em defesa da Educação Pública de qualidade e dos servidores públicos, Professor Jonathan 50123!!!

Em defesa da Educação Pública de qualidade e dos servidores públicos, Professor Jonathan 50123!!!

Estaria o Vereador Neco (PMDB) cometendo crime eleitoral?!?

Vereador Neco (PMDB), ex secretário de saúde (Gov. Sabino), estaria prestando serviços odontológicos gratuitos – assistencialismo clientelista – em troca de votos numa das comunidades mais pobres de Rio das Ostras.

Na última sexta feira, 17/8, fiscais do TRE em diligência a localidade popularmente conhecida como Portelinha, no bairro Âncora, flagraram uma ambulância odontológica, com materiais de campanha do vereador e candidato à reeleição pelo PMDB, Orlando Ferreira Neto, o Neco e do ex prefeito, atual candidato a prefeito e deputado estadual Alcebíades Sabino.

No momento do flagrante, cerca de 20 pessoas aguardavam atendimento de um dentista e de um auxiliar que foram encaminhados à 128 DP para prestar esclarecimentos. O TRE divulga ainda que encaminhou o caso para o Ministério Público Eleitoral para apreciação de crime eleitoral. Continuar lendo

Rio das Ostras: Transparente ou traz parente?

Por Jonathan Oliveira

Em Rio das Ostras confundem-se estes dois termos: “Transparente”* e “Traz parente”…

4 Novas Secretarias (inúteis) foram criadas na cidade no ano de eleição. Uma das novas Secretárias é a irmã do prefeito (não bastasse sua esposa ser Secretária de Bem Estar Social e o primo Secretário de Saúde).

Mas a “melhor” piada não é esta… o nome da secretaria é: “Secretaria de Valorização do Sistema de Ensino”. Agora entendo a expressão “Seria cômico se não fosse trágico”! Fui no Google e pesquisei entre aspas o termo. Foram 80 Resultados, TODOS sobre Rio das Ostras…! Não sei de que lugar mirabolante foi importada a ideia desta nova secretaria, mas ao que parece, nos outros lugares, a Secretaria de Educação deve (supostamente) cumprir a função de “valorizar o sistema de ensino”!

Que tal criarmos uma Secretaria de Valorização do Sistema de Saúde? E uma de Valorização do Sistema de Urbanismo…? e por aí vai… rs

Se você não ficou bastante “contente”, não deu altas “GARGALHADAS” pelo nome um tanto curioso da dita secretaria… veja só esta: “Secretaria Municipal de Gerência da Frota de Veículos Oficiais”… sobre esta não há muito o que falar… ela me recorda aquelas piadas as quais os nomes são muito mais engraçados que seu conteúdo. E neste caso, é exatamente isso…! (Fale o nome em voz alta três vezes sem respirar)!

aaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhh!!

As outras secretarias tem nomes bem menos cômicos (mas intenção ainda duvidosa): Secretarias de Gestão de Pessoas e Secretaria de Transporte Público!

“Entrou por uma porta,

Saiu pela outra

E quem quiser

Que conte outra!”

Jonathan Oliveira é professor, poeta, sambista e militante do núcleo PSOL Serramar

—————
*Nota do Blogue: a nomeação dos quatro novos secretário de Governo saiu publicado em uma “edição especial” que não circulou na cidade, mas apenas no Gabinete do Prefeito, prática que já se tornou recorrente na atual administração. Entre uma semana e outra, apareceram os nomes dos quatro novos secretários na página 02 do Jornal Oficial da Prefeitura, sem qualquer ato administrativo de nomeação publicado no interior da publicação.

———————-

Veja o que disse o jornalista Ricardo Boechat, da BandNews, sobre as quatro esdrúxulas novas secretarias da Prefeitura Municipal de Rio das Ostras?

 

——————–

Fonte da imagem: Rio das Ostras Jornal

Pela ética: em defesa da dignidade do povo!

Prefeito deixa a cidade estarrecida, indignada!

Image

Nos últimos dias, nossa cidade foi assunto da Band News no programa do Boechat que de forma muito direta condenou os atos da Câmara dos vereadores (9 vereadores) apenas um votou contra, que aprovou um projeto de lei enviado pelo prefeito Carlos Augusto, nº 1.672/2012, que criou 4 novas secretarias (Secretária de Gestão de Pessoas, Secretária de Valorização do Sistema de Ensino, Secretário de Gerência da Frota de Veículos Oficiais, Secretário de Transportes Públicos), o fato é tão absurdo que fomos motivo de chacota. No último Jornal Oficial, consta na contra capa o nome de quatro novos secretários que ainda não foram oficialmente nomeados. Entre os quatro novos contemplados encontra-se a irmã do prefeito, a professora Edilane Baltazar.

Enquanto você sofre com a falta de médicos no pronto socorro e remédios na farmácia da prefeitura e exames médicos são marcados para até 60 dias, o dinheiro para alegria de parentes e amigos tem com fartura. Os gastos com as novas secretarias, somente com os salários, será de aproximadamente 700 mil reais. Além disso, após 6 meses no cargo de secretário, o estrondoso salário de 12 mil reais será incorporado. Desta forma, mesmo quando for exercer outra função, a pessoa continuará recebendo este valor somado ao que seria o salário do seu respectivo cargo.

Os movimentos sociais questionam tal iniciativa, pois além de ser vergonhosa, nos leva a indagar por que a Prefeitura não investe nos setores essenciais como: saúde, educação, transporte, saneamento etc. Em vez de criar mais cargos comissionados. Onde estão as vagas para as nossas crianças nas creches municipais, o remédio para nossa população, a água potável, a efetiva construção de escolas?

As entidades que construíram este nota defendem uma Educação Pública, Gratuita, Universal e de Qualidade Social, e rejeita  qualquer  fórmula ao sabor do receituário neoliberal, com terceirizações e privatizações de serviços públicos.

Nós abaixo assinados, vimos a público cobrar das autoridades do executivo e do legislativo coerência entre o proclamado e o realizado. “Governando com responsabilidade” deve ser,  mais que um slogan,  uma prática em respeito à população que paga impostos e tem direito aos serviços públicos. Especialmente, de educação, de saúde e de segurança.

Por isso, no próximo dia 17 de Maio as 17hs, estaremos juntos demonstrando NOSSA força e indignação na Praça pública desta cidade.

Rio das Ostras, 09 de maio de 2012.

SINDSERV-RO (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rio das Ostras), SEPE RIO DAS OSTRAS e CASIMIRO DE ABREU, SINPRO MACAÉ E REGIÃO, DCE da UFF, MST – Região dos Lagos, SOS Enseada, Coletivo TECENDO A MANHÃ, Coletivo CONSTRUÇÃO – Rio das Ostras, CEPRO, FÉ E POLÍTICA, SEPE/RJ, ADUFF, SINTUFF, ANDES, CSP-CONLUTAS, CUT, FETEERJ, OAB (Ordem dos Advogados), LUTA EDUCADORA, FEM (Fórum Estadual em Combate a violência Contra a Mulher), Fórum Estadual de Saúde.  Fórum Estadual em Defesa da Educação Pública.

Os inúmeros ataques da prefeitura de Rio das Ostras sobre os servidores municipais da educação

Por Luciano da Silva Barboza, Professor de História

Este texto visa explicitar mais um desrespeito do prefeito de Rio das Ostras Carlos Augusto (PMDB) com os professores da rede municipal.

O prefeito até o momento não reduziu a carga horária em sala de aula como prevê a Lei Federal nº 11.738/2008, que em seu parágrafo 4º, do artigo 2º, criou o piso salarial nacional para docentes e prevê que, na composição da jornada de trabalho do magistério da rede básica de ensino, seja observado o limite máximo de dois terços da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os alunos, visando assim, à destinação de um terço da carga horária para elaboração de atividades extraclasse, como planejamento, preparação das aulas e correções das provas. A medida visa proporcionar uma melhoria na qualidade de ensino, possibilitando o aperfeiçoamento técnico dos professores. Continuar lendo

Bilhões esgoto abaixo

Canal dos Medeiros, em Rio das Ostras.

A obra bilionária de infraestrutura, realizada na região dos bairros Cidade Praiana e Cidade Beiramar, fracassou no sentido de trazer dignidade aos seus moradores.

O contrato, que foi o principal responsável pela reeleição do atual prefeito depois de uma apertada vitória em relação ao seu oponente, abrangeu a realização do sistema de drenagem, rede de esgoto e pavimentação nas vias inseridas nestes bairros. A empresa que realizou os serviços, pertencente ao grupo Odebrecht, também explorará a operação do sistema de esgoto durante 15 anos, a partir do final da obra, ocorrida em 2009.

O prejuízo aos cofres públicos, que hoje está em torno de espantosos 7 milhões por mês, totalizará ao final do contrato, aproximadamente 2 bilhões de reais, incluindo-se os reajustes previstos. O valor se mostra surreal até se comparado aos escândalos cotidianos que vemos na mídia, mas para se ter uma noção do grau de alienação destes números basta compará-lo ao custo do contrato de execução da rodovia que liga o Oceano Atlântico ao Pacífico, realizado pelo mesmo grupo empresarial na região norte do país, que custará à União cerca de 10 bilhões de reais, fazendo este se parecer uma ninharia se considerado todo o grau de complexidade que uma obra deste porte necessita. Continuar lendo

Verde e laranja, cores de um mesmo borrão

Por Benoni Alencar, jornalista

O prefeito laranja Carlos Augusto (PMDB) e o deputado verde Sabino (PSC)

Um grupo de participantes do “Encontro Fé e Política”, realizado em Rio das Ostras, em 20 de agosto, no salão pasroquial, acompanhou o palestrante Chico Alencar, deputado federal pelo PSOL-RJ, para uma conversa sobre o partido,  que se realizaria no pólo riostrense da UFF (PURO), numa iniciativa do Núcleo PSOL Serramar, que organiza o próprio PSOL no município. Ali, nos comentários sobre a situação política em Rio das Ostras, ouvi pela primeira vez a expressão “verdes e laranjas”, para designar a dicotomia  eleitoral existente na cidade. Os verdes, personificados pelo ex-prefeito e, hoje, deputado Alcebíades Sabino; os laranjas, pelo atual prefeito Carlos Augusto Balthazar. Um participante resumiu o sentimento  geral com esta frase: “As duas cores, só na aparência, representam políticas distintas. Ambas são faces de uma mesma moeda – a moeda dos grupos econômicos que estão por trás deles e que financiam suas campanhas eleitorais”.

Calado encontrava-me,  calado fiquei – queria mais ouvir do que falar. Mas, em casa, arrependi-me dessa posição, e resolvi escrever sobre o que sei dessa curiosa situação de Rio das Ostras. E, de cara, dou razão aos participantes do encontro com Chico Alencar – Sabino e Carlos Augusto são farinha do mesmo saco. Pois se apoiam nos mesmos grupos econômicos, e governam com os mesmos métodos e o mesmo modelo. Mas vamos aos fatos. Carlos Augusto só pôde ser alçado à categoria de grande cacique municipal  porque teve o apoio de Sabino para ser  seu  sucessor, em 2004. O chefe do PMDB, na eleição anterior, em que Sabino obteve o segundo mandato, pretendeu, sim, disputar a Prefeitura. Mas, como me disse numa conversa em que eu me achava no papel de repórter da “Folha dos Municípios”, não iria se aventurar por causa do “custo muito alto da campanha”.  Assim,só viria a se candidatar quatro anos depois, quando selou a paz com Sabino, unificando as fontes financiadoras da política de Rio das Ostras.  Nas eleição seguinte, dividiram-se – dividindo também as fontes financiadoras. Carlos Augusto levou a melhor.

O próprio Sabino – e é isso que quero contar – só chegaria à condição de chefão da política riostrense por causa de uma briga entre o primeiro prefeito municipal, Cláudio Ribeiro, e os financiadores da política local.  O hoje deputado  contou-me a longa história, na presença de um amigo dele de infância, o médico Cláudio Alencar do Rego Barros.  Vou procurar resumi-la. Cláudio Ribeiro, comerciante do ramo de marmoraria e vereador à Câmara de Casimiro de Abreu, disputou a eleição do município recém-emancipado — tendo como adversários o também vereador Gélson Apicelo, segundo mais votado, e o então bancário magricela Alcebíades Sabino, terceiro. Continuar lendo

Brasil é campeão mundial de crimes de ódio: cada um dia e meio morre um homossexual!

Um homossexual é morto a cada 36 horas no Brasil e nos últimos cinco anos estes crimes aumentaram 113%. Como um homossexual pode se sentir efetivamente um cidadão de direitos em um país que lidera o ranking de assassinatos motivados pela orientação sexual das pessoas? Essa é a pergunta que a população LGBTs se faz diariamente! Continuar lendo

O Grito dos Excluídos

Por  Matheus Thomaz

Eu vou à luta
É com essa juventude
Que não corre da raia
À troco de nada
Eu vou no bloco
Dessa mocidade
Que não tá na saudade
E constrói
A manhã desejada..

Nos versos de Gonzaguinha me inspiro para comentar o grito dos excluídos no último 07 de Setembro em Rio das Ostras. O dia anterior ao ato de protesto já dava alguns prenúncios do que estava para acontecer. Ali na Praça José Pereira Câmara eram preparados os cartazes, faixas e também o espírito combativo de uma juventude que escolheu não ser alienada e construir um futuro diferente e melhor. Cerca de 40 jovens, sindicalistas, professores, servidores municipais e um tanto assim de transeuntes que se juntavam a nós no momento em que era explicado o que significava aquela cena inusitada bem no centro de Rio das Ostras.

Mas nem em nossos sonhos mais otimistas pensávamos que iríamos conseguir o resultado alcançado, o efeito que causamos nesta cidade. O circo estava todo armado para a exaltação de uma realidade laranja feliz, tinha até cartazes elogios à gestão municipal. Foi a primeira vez que vi faixas apócrifas de elogios, vai ver quem fez tinha vergonha de aparecer em público elogiando o trabalho da prefeitura. Algum admirador secreto. Com o tudo armado o Staff municipal se preparava para mais uma atividade Panis et Circensis, só faltou combinar com a população.

Na bonita manhã de quarta-feira muitos estudantes e professores estavam a postos para desfilar. E lá estava uma multidão vestida de preto, em luto pelo descaso municipal com a educação e a perseguição que sofrem os servidores. Juntos somos fortes, provamos isso lá na rua, os estudantes, os servidores municipais, os representantes do SINDSERV, os professores da UFF, os companheiros do MST e as mães de alunos que se juntavam e apoiavam o ato.   Continuar lendo